Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘CCBB’

O Centro Cultural de Banco do Brasil (CCBB) de Brasília traz ao Brasil, pela primeira vez, a exposição Virada Russa: A Vanguarda na Coleção do Museu Estatal Russo de São Petersburgo.

A mostra reunirá obras dos mais renomados artistas da chamada vanguarda russa, vindas diretamente do acervo do State Russian Museum – o museu que reúne a maior coleção de arte russa no mundo — e ocupará as galerias 1 e 2 do CCBB de Brasília.

Trata-se maior e mais significativa exposição já realizada no Brasil sobre o tema, com 123 peças que marcaram o movimento artístico e cultural ocorrido durante a primeira fase da Revolução Russa, entre as décadas 1890 e 1930.

As obras expressam a efervescência artística e cultural dos anos anteriores ao Outubro Vermelho, que seguiram várias vertentes como o Não-Objetivismo e, principalmente, o Suprematismo e o Construtivismo.

Entre as raridades que serão apresentadas nos salões do CCBB de Brasília estão clássicos como Promenade, de Chagall, que representa um momento mais lírico dentro do surrealismo, e os três quadros de Malevitch, que marcam o começo do verdadeiro rigor geométrico na pintura – a cruz, o quadrado e o círculo negro sobre um fundo branco.

As obras de Kandinsky – como Igreja Vermelha, Cruz Azul e São George II, presentes na mostra – marcam o ponto de partida para a pintura abstrata.

Tatlin precursor da vertente construtivista está presente na mostra com a obra Contra-relevo de Esquina – complexo, em aço, alumínio, zinco e madeira que traduz o novo mundo industrial ao adotar formas, materiais e técnicas da moderna tecnologia, encarnando a ideia do artista-engenheiro.

A mostra traz, ainda, peças de roupa desenhadas por Bárbara Stepanova, dentro da noção construtivista do artista ligado à fábrica.

Classificação livre
Horário: De 7 de abril a 7 de junho. De terça-feira a domingo, das 9h às 21h.
Endereço: CCBB Brasília – SCES, Trecho 2 Conjunto 22 – CEP 70200-002

Informações: 3310-7087

Leia Mais: Matéria e entrevista no Jornal do Brasil

Anúncios

Read Full Post »

O Equilibrista, de James Marsh

O Brasil é conhecido por ser um dos maiores produtores de documentários (de qualidade) do mundo. Nomes como Eduardo Coutinho, João Moreira Salles, Vladimir Carvalho e tantos outros, sempre produzem obras de relevância indiscutível. Com esse background de produtores e público o festival “É Tudo Verdade” – o maior da América Latina no seu segmento – na sua 14° edição, chega a Brasília após passar por Rio e São Paulo. A mostra vai de 14 a 26 de abril. A entrada para todas as sessões é gratuita.

Serão 36 películas, de 20 países, com 12 títulos nacionais inéditos. Alguns destaques vão para a exibição de “O Equilibrista”, de James Marsh, vencedor do Oscar neste ano na sua categoria e muito elogiado por vários críticos e também para “Garapa”, nova obra do diretor José Padilha (de “Tropa de Elite”), retratando o universo de famílias que sofrem com a fome no Nordeste.

Confira a programação completa:

Centro Cultural Banco do Brasil
SCES, Trecho 02, conjunto 22 – Telefone: (61) 3310-7078 – 74 lugares


<!– 13/04 segunda-feira

19h30 (Abertura) Cartas ao Presidente / Letters to the President / Petr Lom / 74min (somente para convidados)

–>14/04 terça-feira

14h30 Problema é Comigo / Trouble Is My Business / Juliette Veber / 82min
16h30 O Segredo / The Secret / Edgar Feldman / 25min
Escravos / Slaves / Hanna Heilborn, David Aronowitsch / 15min
Segunda Vida / Second Me / Anna Thommen / 19min
18h30 Retorno a Fortin Olmos / Return to Fortin Olmos / Patricio Coll, Jorge Goldenberg / 104min
20h30 Cartas ao Presidente / Letters to the President / Petr Lom / 74min

15/04 quarta-feira

14h30 Z32 / Avi Mograbi / 82min
16h30 Chirola / The Chirola / Diego Mondaca / 25min
Zietek / Bartosz Blaschke / 17min
Arrancando a Alma / Severing the Soul / Barbara Klutinis / 18min
18h30 Tias Duronas / Rough Aunties / Kim Longinotto / 104min
20h30 Problema é Comigo / Trouble Is My Business / Juliette Veber / 82min

16/04 quinta-feira

14h30 Cartas ao Presidente / Letters to the President / Petr Lom / 74min
16h30 Areias Vermelhas / Red Sands / David Procter / 25min
Coração Negro / Black Heart / Ada Bligaard Søby / 23min
Bem Longe de Casa / Home Away from Home / Marika Väisänen / 15min
18h30 Além do Jogo / Beyond The Game / Jos de Putter/ 79 min
20h30 Retorno a Fortin Olmos / Return to Fortin Olmos / Patricio Coll, Jorge Goldenberg / 104min

17/04 sexta-feira

14h30 O Segredo / The Secret / Edgar Feldman / 25min
Escravos / Slaves / Hanna Heilborn, David Aronowitsch / 15min
Segunda Vida / Second Me /Anna Thommen / 19min
16h30 Tias Duronas / Rough Aunties / Kim Longinotto / 104min
18h30 O Esquecimento / Oblivion / Heddy Honigmann / 94min
20h30 Segundas Sangrentas & Tortas de Morango / Bloody Mondays & Strawberry Pies / Coco Schrijber / 87min

18/04 sábado

14h30 Chirola / The Chirola / Diego Mondaca / 25min
Zietek / Bartosz Blaschke / 17min
Arrancando a Alma / Severing the Soul / Barbara Klutinis / 18min
16h30 Além do Jogo / Beyond The Game / Jos de Putter/ 79 min
18h30 Z32 / Avi Mograbi / 82min
20h30 Segundas Sangrentas & Tortas de Morango / Bloody Mondays & Strawberry Pies / Coco Schrijber /Coco Schrijber / 87min

19/04 domingo

14h30 Areias Vermelhas / Red Sands / David Procter / 25min Coração Negro / Black Heart / Ada Bligaard Søby / 23min Bem Longe de Casa / Home Away from Home / Marika Väisänen / 15min
16h30 VJs de Mianmar – Notícias de um País Fechado / Reporting from a Closed Country / Anders Høgsbro Østergaard / 85min
18h30 Esquecido Papai / Forgetting Dad / Rick Minnich, Matt Sweetwood / 84min
20h30 O Esquecimento / Oblivion / Heddy Honigmann / 94min

21/04 terça-feira

14h30 VJs de Mianmar – Notícias de um País Fechado / Reporting from a Closed Country / Anders Høgsbro Østergaard / 85min
16h30 Esquecido Papai / Forgetting Dad / Rick Minnich, Matt Sweetwood / 84min
18h30 Domingos / Maria Ribeiro / 72min
20h30 Sobreviventes / Survivor / Miriam Chnaiderman e Reinaldo Pinheiro / 52min

22/04 quarta-feira

14h30 O Cineasta da Selva / The Filmmaker of the Amazon Aurélio Michiles / 87min
16h30 Ser Tão / Luiz Guilherme Guerreiro / 20min
Chapa / Tatiana Toffoli / 18min
Samba de Quadra / Samba From Quadra / Gustavo Mello, Luiz Ferraz / 16min
18h30 Cidadão Boilesen / Citizen Boilesen / Chaim Litewski / 92min
20h30 Corumbiara / They Shoot Indians, Don’t They? / Vincent Carelli / 117min

23/04 quinta-feira

14h30 Ôri / Raquel Gerber / 91
16h30 Nello’s / André Ristum / 25min
No Tempo de Miltinho / The Singer’s Time / André Weller / 18min
Confessionário / Confessional / Leonardo Sette / 15min
18h30 Cildo / Gustavo Rosa de Moura / 84min
20h30 Cidadão Boilesen / Citizen Boilesen / Chaim Litewski / 92min

24/04 sexta-feira

14h30 Ser Tão / Luiz Guilherme Guerreiro / 20min
Chapa / Tatiana Toffoli / 18min
Samba de Quadra / Sambra From Quadra / Gustavo Mello, Luiz Ferraz / 16min
16h30 A Chave da Casa / Home Key / Paschoal Samora, Stela Grisotti / 60min
18h30 Corumbiara / They Shoot Indians, Don’t They? / Vincent Carelli / 117min
20h30 A Arquitetura do Corpo / The Body’s Architecture / Marcos Pimentel / 21min
Leituras Cariocas / Rio Readings / Consuelo Lins / 13min
A Casa dos Mortos / The House of the Dead / Debora Diniz / 24min
Sessão seguida de debate com diretores

25/04 sábado

14h30 Nello’s / André Ristum / 25min
No Tempo de Miltinho / Singer’s Time / André Weller / 18min
Confessionário / Confessional / Leonardo Sette / 15min
16h30 Ôri / Raquel Gerber / 91min
18h30 A Chave da Casa / Home Key / Paschoal Samora, Stela Grisotti / 60min
20h30 Cildo / Gustavo Rosa de Moura / 84min

26/04 domingo

14h30 A Arquitetura do Corpo / The Body’s Architecture / Marcos Pimentel / 21min
Leituras Cariocas / Rio Reading / Consuelo Lins / 13min
A Casa dos Mortos / The House of the Dead / Debora Diniz / 24min
16h30 O Cineasta da Selva / Filmmaker of the Amazon / Aurélio Michiles / 87min
18h30 Sobreviventes / Survivor / Miriam Chnaiderman e Reinaldo Pinheiro / 52min
20h30 Domingos / Maria Ribeiro / 72min

Mais informações no site oficial do festival.

Read Full Post »