Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \29\UTC 2009

O melhor de Brasília, sem dúvida, é a natureza. Assim como outras cidades deliciosamente arborizadas no mundo e no Brasil. Um dos motivos de ser tão gostoso morar aqui.

Read Full Post »

Como já publicado aqui há algum tempo, a jornalista Monica Bergamo confirmou o interesse e os esforços do GDF em trazer o U2 para a festa dos 50 anos de Brasília.

Num site dedicado ao evento, corre uma enquete para saber o interesse do público em algumas atrações internacionais. E o ex-beatle Paul Macca está com mais de 60% dos votos e o U2, surpresa, figura em último, com 3,3%, perdendo até para “bandas e artistas nacionais”.

ScreenShot105

Vote!

Update: como bem lembrou o colega Cristiano, do Na Rota Do Rock:

É no mínimo estranho o resultado parcial da enquete do site dos 50 anos de Brasília.

Motivos simples causam estranheza:

1- O site está sendo “porcamente” divulgado e a votação única já aponta mais de 337.600 votos

2- As atrações que encabeçam a enquete sequer eram conhecidas. A fofoca que existia era sobre o U2.

3- O próprio U2 está em último lugar, com o menor número de votos.

É no mínimo estranho o resultado parcial da enquete do site dos 50 anos de Brasília.
Motivos simples causam estranheza:
1- O site está sendo “porcamente” divulgado e a votação única já aponta mais de 337.600 votos
2- As atrações que encabeçam a enquete sequer eram conhecidas. A fofoca que existia era sobre o U2.
3- O próprio U2 está em último lugar, com o menor número de votos.

Além da “polêmica”, Paul Macca acaba de ser confirmado. Será que o U2 vem junto?

Read Full Post »

“Você não está falando com seus capangas do Mato Grosso, me respeite” foi a frase mais forte de Joaquim Barbosa na “discussão” com Gilmar Mendes.

É necessário, e importante, verificar o que está por trás disso. Para tanto, invoco o post ferino de Idelber Avelar, muito antes do episódio. Ao analisar a entrevista que Gilmar daria para o programa Roda Viva, no ano passado, Avelar lista 25 perguntas que deveriam ser feitas a Mendes:

1.O sr. sabe algo sobre o assassinato de Andréa Paula Pedroso Wonsoski, jornalista que denunciou o seu irmão, Chico Mendes, por compra de votos em Diamantino, no Mato Grosso?

2.Qual a natureza da sua participação na campanha eleitoral de Chico Mendes em 2000, quando o sr. era advogado-geral da União?

3.Qual a natureza da sua participação na campanha eleitoral de Chico Mendes em 2004, quando o sr. já era presidente ministro do Supremo Tribunal Federal?

4.Quantas vezes o sr. acompanhou ministros de Fernando Henrique Cardoso a Diamantino, para inauguração de obras?

5.O sr. tem relações com o Grupo Bertin, condenado em novembro de 2007 por formação de cartel? Qual a natureza dessa relação?

6.Quantos contratos sem licitação recebeu o Instituto Brasiliense de Direito Público, do qual o sr. é acionista, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso?

7.O sr. considera ética a sanção, em primeiro de abril de 2002, de lei que autorizava a prefeitura de Diamantino a reverter o dinheiro pago em tributos pela Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Diamantino, da qual o sr. é um dos donos, em descontos para os alunos?

8.O sr. tem alguma idéia do porquê das mais de 30 ações impetradas contra o seu irmão ao longo dos anos jamais terem chegado sequer à primeira instância?

9.O sr. tem algo a dizer acerca da afirmação de Daniel Dantas, de que só o preocupavam as primeiras instâncias da justiça, já que no STF ele teria “facilidades”?

10.O segundo habeas corpus que o sr. concedeu a Daniel Dantas foi posterior à apresentação de um vídeo que documentava uma tentativa de suborno a um policial federal. O sr. não considera uma ação continuada de flagrante de suborno uma obstrução de justiça que requer prisão preventiva?

11.Sendo negativa a resposta, para que serve o artigo 312 do Código de Processo Penal segundo a opinião do sr.?

12.Por que o sr. se empenhou no afastamento do Dr. Paulo Lacerda da ABIN?

13.Por que o sr. acusou a ABIN de grampeá-lo e até hoje não apresentou uma única prova? A presunção de inocência só vale em certos casos?

14.Qual a resposta do sr. à objeção de que o seu tratamento do caso Dantas contraria claramente a súmula 691 do próprio STF?

15.O sr. conhece alguma democracia no mundo em que a Suprema Corte legisle sobre o uso de algemas?

16.O sr. conhece alguma Suprema Corte do planeta que haja concedido à mesma pessoa dois habeas corpus em menos de 48 horas?

17.Por que o sr. disse que o deputado Raul Jungmann foi acusado “escandalosamente” antes de que qualquer documentação fosse apresentada?

18.O sr. afirmou que iria chamar Lula “às falas”. O sr. acredita que essa é uma forma adequada de se dirigir ao Presidente da República? O sr. conhece alguma democracia onde o Presidente da Suprema Corte chame o Presidente da República “às falas”?

19.O sr. tem alguma idéia de por que a Desembargadora Suzana Camargo, depois de fazer uma acusação gravíssima – e sem provas – ao Juiz Fausto de Sanctis, pediu que a “esquecessem”?

20.É verdade que o sr., quando era Advogado-Geral da União, depois de derrotado no Judiciário na questão da demarcação das terras indígenas, recomendou aos órgãos da administração que não cumprissem as decisões judiciais?

21.Quais são as suas relações com o site Consultor Jurídico? O sr. tem ciência das relações entre a empresa de consultoria Dublê, de propriedade de Márcio Chaer, com a BrT?

22.É correta a informação publicada pela Revista Época no dia 22/04/2002, na página 40, de que a chefia da então Advocacia Geral da União, ou seja, o sr., pagou R$ 32.400 ao Instituto Brasiliense de Direito Público – do qual o sr. mesmo é um dos proprietários – para que seus subordinados lá fizessem cursos? O sr. considera isso ético?

23.O sr. mantém a afirmação de que o sistema judiciário brasileiro é um “manicômio”?

24.Por que o sr. se opôs à investigação das contas de Paulo Maluf no exterior?

25.Já apareceu alguma prova do grampo que o sr. e o Senador Demóstenes denunciaram? Não há nenhum áudio, nada?

Parte das respostas podem ser encontradas na fundamental reportagem do jornalista Leandro Fortes, disponível aqui (também de 2008). Recomendo fortemente sua leitura.

Como diz a sabedoria popular…pra quem saber ler, um pingo é letra.

Read Full Post »